Jovem morre ao perseguir bandidos que balearam seu pai em SP

Assaltantes teriam ferido o ombro de Maxur Abdul Hadi, de 51 anos, por este hesitar em entregar o carro

Ricardo Valota , Central de Notícias

13 de abril de 2011 | 07h56

SÃO PAULO - O comerciante Maxur Abdul Hadi, de 51 anos, e o filho, Daniel Antunes Abdul Hadi, 21, foram baleados, por volta das 19h15 desta terça-feira, 12, após serem abordados por assaltantes na porta de casa, na Rua Isidori Cambiasi, em Pirituba, região noroeste da capital paulista.

 

Ao volante de um Gol prata, o comerciante hesitou em entregar o carro aos criminosos e foi baleado no ombro. A dupla já fugia a pé quando Daniel desceu do carro e correu na direção dos criminosos, que atiraram e atingiram dois tiros no rapaz. Mesmo ferido, Maxur ainda levou o filho para o pronto-socorro do bairro, mas o jovem não resistiu e morreu.

 

A dupla continua foragida. O caso foi registrado no 33º Distrito Policial, de Pirituba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.