Jovem italiana que prestava serviço social sofre agressão e tentativa de estupro

Uma jovem italiana foi internada na tarde de sexta-feira, em estado grave, no Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, após ser atingida com uma pedrada na cabeça. Alice Bianchi, de 24 anos, que está no Brasil realizando trabalho voluntário pela ONG Servizio Civile Internazionale, estava na Casa do Menor São Miguel Arcanjo, em Tinguá, Nova Iguaçu, quando teria sofrido uma tentativa de estupro e sido atacada por um jovem interno.

O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2012 | 03h04

Ela sofreu traumatismo craniano e foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Na manhã de ontem, Alice estava lúcida, conversou com a assistente social plantonista e já respirava normalmente. Está na "sala amarela", setor intermediário entre a UTI e os demais leitos, e permanecerá internada, em observação, nos próximos dias.

A polícia apreendeu o menor, que foi encaminhado à 56.ª Delegacia de Polícia (Comendador Soares) e levado para prestar depoimento à Justiça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.