Jovem intervém na briga dos pais e leva tiro em SP

Vítima tentou defender a mãe e não se feriu com gravidade; pai está preso

Bruno Lupion, do estadão.com.br

04 de setembro de 2010 | 06h42

SÃO PAULO - P.C.L.P. Filho, 26 anos, tem o mesmo nome do pai, mas foi baleado nas costas por ele na noite de sexta-feira, 3, durante uma briga familiar na garagem de casa. O jovem levou o tiro de pistola calibre 22 ao defender a mãe em uma discussão, mas não se feriu com gravidade e algumas horas depois já estava na delegacia onde seu genitor, de 52 anos, acabou preso.

 

A vítima mora com a mãe na Ponte Rasa, zona leste de São Paulo e, na tarde de sexta-feira, havia discutido por telefone com o pai sobre o divórcio do casal. Por volta das 22h30, o agressor foi à residência e começou a brigar com a ex-mulher no portão, quando o filho interveio e notou a arma. Ele ainda tentou fugir para dentro de casa, mas foi atingido.

 

A arma tinha silenciador e, segundo o criminoso, havia sido comprada ilegalmente no Paraguai. "Na hora senti uma dor nas costas, mas não percebi que tinha sido baleado até passar a mão e ver o sangue", disse a vítima.

 

Após os disparos, o agressor tentou fugir em um Renault Logan e acabou preso pela polícia na Avenida São Miguel, na zona leste. Ele foi encaminhado ao 24º Distrito Policial, na Ponte Rasa, e indiciado por tentativa de homicídio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.