Jovem é seguido e morto por bandidos após sacar dinheiro na zona sul de SP

Latrocínio ocorreu no Capão Redondo; garupa de moto atirou sem a vítima reagir

Ricardo Valota, O Estado de S.Paulo,

06 de setembro de 2012 | 05h54

SÃO PAULO - Vítima do crime conhecido como "saidinha de banco", o estudante Tiago Bezerra da Silva, de 20 anos, foi morto a tiros no final da tarde de quarta-feira, 5, no Capão Redondo, zona sul da capital paulista, após sacar R$ 2 mil de uma agência da Caixa Econômica Federal. Ele foi abordado depois de fazer um pagamento em uma autoescola, no caminho para sua casa. 

 

Segundo testemunhas, o rapaz caminhava para sua residência quando dois homens em uma moto, que estaria seguindo o jovem, o abordaram na altura do nº 25 da Avenida Dom Rodrigo Sanchez. O garupa desceu, tomou o dinheiro da vítima e atirou, sem que Silva reagisse. Mesmo encaminhado para o hospital, ele não resistiu e morreu.

 

O assassino, após pegar o dinheiro e atirar contra o estudante, entrou em um Fox prata que acompanhava a moto e fugiu. O outro criminoso deixou o local na motocicleta utilizada pela dupla. O latrocínio - roubo seguido de morte - foi registrado no 47º Distrito Policial, do Capão Redondo, pelo delegado Jair Barbosa Ortiz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.