Jovem é presa suspeita de matar filho recém-nascido em MG

Bebê nasceu prematuramente, com cerca de seis meses de gestação em Juiz de Fora

Priscila Trindade, estadão.com.br

17 de junho de 2011 | 11h43

SÃO PAULO - Uma jovem de 19 anos foi presa suspeita de jogar o filho recém-nascido da janela do banheiro de um hospital em Juiz de Fora, em Minas Gerais. A criança prematura, que nasceu com aproximadamente seis meses de gestação, morreu. A prisão ocorreu na quarta-feira, 15.

A mulher deu luz à criança dentro de um banheiro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Pedro. Testemunhas disseram que a mãe jogou a criança da janela do banheiro, numa altura de três metros. A jovem disse, porém, que colocou o bebê no parapeito do banheiro e ele escorregou.

A criança foi socorrida com traumatismo craniano e fratura em uma das pernas. O bebê ficou internado, mas não resistiu aos ferimentos. A mulher afirmou desconhecer a gravidez. O corpo da criança passou por necropsia e a polícia fez perícia no local onde o recém-nascido morreu. A jovem foi encaminhada à Penitenciária Professor Ariosvaldo de Campos Pires. Ela deve ser ouvida novamente pela polícia nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.