Jovem é presa em SP suspeita de jogar recém-nascido na lixeira

Mãe deu à luz em açougue onde trabalha e procurou posto de saúde após abandonar filha, achada morta

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias

20 de maio de 2010 | 16h00

SÃO PAULO - Uma jovem de 21 anos foi presa na noite de quarta-feira, 19, sob suspeita de jogar a filha recém-nascida em uma lixeira na Rua Sabino Gonçalves, no Jaçanã, na zona norte de São Paulo.

 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, Marquele Nascimento dos Santos deu à luz a criança no açougue onde trabalha e procurou uma Assistência Médica Ambulatorial (Ama) após o parto. Ela contou para o médico onde tinha deixado a criança. Quando o médico foi ao local indicado pela mãe da criança, constatou que o bebê já estava morto.

 

A mulher foi levada ao 73º Distrito Policial e indiciada por ocultação de cadáver - crime inafiançável. Na delegacia, ela confessou ter jogado o bebê por achar que ele tinha nascido morto. A criança ainda estava com o cordão umbilical.

Tudo o que sabemos sobre:
abandono

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.