Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Jovem é morto pela PM durante suposto confronto em Paraisópolis

Segundo a Secretaria da Segurança Pública, homem atirou contra policiais que faziam patrulhamento na comunidade da zona sul

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2017 | 20h04

SÃO PAULO - Um jovem morreu baleado durante um suposto confronto com policiais militares na noite desta terça-feira, 14, na Favela de Paraisópolis, na zona sul da capital paulista. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo, agentes que faziam patrulhamento na comunidade foram atacados a tiros e revidaram.

+++ ‘Nem a Rota entra em Paraisópolis’, diz diretora do DHPP

Ainda de acordo com a SSP, Jackson Saracho de Lima, de 23 anos, circulava de motocicleta pela Rua Rudolf Lotze, por volta das 22 horas, e correu para o interior da favela quando viu os PMs.

+++ Passeio por Paraisópolis revela lado cultural da segunda maior favela da capital

Em uma viela, Lima teria atirado contra os policiais, que revidaram. Ele foi atingido e encaminhado ao Hospital Bandeirantes, na Liberdade, região central de São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

+++ Motorista de ônibus morre baleado após briga de trânsito na zona sul de SP

A SSP não informou quantos PMs se envolveram na ocorrência e se algum deles ficou ferido. As armas dos policiais e de Lima foram apreendidas para perícia.

O caso foi registrado como posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, resistência, morte decorrente de oposição à intervenção policial e está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.