Jovem é morto em suposta tentativa de assalto no metrô de SP

Suposta tentativa de assalto na Estação Patriarca do Metrô (Linha Vermelha) deixa um PM ferido

Josmar Jozino,

16 de novembro de 2007 | 22h11

Uma suposta tentativa de assalto na Estação Patriarca do Metrô (Linha Vermelha), na zona leste, às 3 horas desta sexta-feira deixou um morto e um PM ferido. Dois adolescentes e dois rapazes acabaram detidos por PMs e conduzidos ao 31º DP (Vila Carrão), onde foram ouvidos e liberados por falta de provas.Segundo a Polícia Civil, o homem morto foi identificado como Leandro Cipriano. Ele teria resistido à prisão e atirado na perna do policial militar Wellington Bernardo de Souza, de 25 anos. Ambos foram socorridos no Hospital Municipal do Tatuapé, também na zona leste. O PM passa bem.A Polícia Civil apurou que a Estação Patriarca estava fechada por volta das 2h55 quando três adolescentes se aproximaram da porta de ferro e chamaram o segurança. Um dos vigias, temendo um possível assalto, acionou a PM. A guarnição de Souza chegou rápido.De acordo com relatos do policial, um dos adolescentes não obedeceu à ordem de colocar as mãos sobre a cabeça, sacou um revólver 38 e começou a atirar. Souza foi ferido na perna e teria revidado. Enquanto Cipriano e Souza eram levados em viaturas distintas ao Hospital do Tatuapé, outros PMs prendiam quatro suspeitos na Avenida Radial Leste, nas imediações da Estação Patriarca. V.B.B., de 15 anos; V.D.S., de 17 ; T.J.S., de 20; e W.B.S., de 20, foram ouvidos pelo delegado Anderson Rosa de Trindade e liberados em seguida.O delegado-titular do 31º DP, Manoel Adamuz, explicou que não houve roubo, que a estação só abre às 5 horas e não há provas contra os quatro detidos. Disse ainda que o revólver 38 e a arma do PM foram apreendidos e passarão por exame de balística. A Polícia Civil também vai aguardar o resultado do exame residuográfico realizado em Cipriano para saber se houve mesmo troca de tiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.