Jovem é indiciado por atropelar e matar pedestre em SP

Testemunhas relataram que o empresário atravessou o farol vermelho, arrastou a vítima e fugiu

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

30 de agosto de 2009 | 19h23

O empresário Fábio Pereira Melgar, de 29 anos, foi indiciado, acusado de atropelar e matar um pedestre, na madrugada deste domingo, 30, na Avenida Itaquera, na zona leste de São Paulo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Adriano da Fonseca Pereira, de 20 anos, morreu após ser atropelado, por volta das 4h20, na altura do número 2.346 da Avenida Itaquera.

Testemunhas relataram que o empresário atravessou o farol vermelho, arrastou a vítima por dezenas de metros e fugiu em seguida, sem prestar socorro. Ele foi detido em sua casa pela Polícia Militar. Os PMs relatam que Fábio estava aparentemente embriagado, ofendeu-os e teria agredido um policial com um soco no rosto. O empresário foi algemado após se negar a entrar na viatura, e levado ao 66º DP.

De acordo com boletim de ocorrência, Fábio teria alegado que havia saído de uma formatura e bebido somente coquetéis sem álcool. Ele disse que os policiais invadiram sua residência, jogaram gás em seu rosto e o algemaram. O empresário disse que saiu do local do atropelamento porque sua namorada estava suja de sangue, e ele não sabia se era dela ou da vítima. Após pagamento de fiança no valor de R$ 1.200, o empresário foi liberado e responderá em liberdade.

Tudo o que sabemos sobre:
atropelamentoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.