Jovem é estrangulada dentro de casa, que estava revirada

A Polícia Civil investiga o assassinato da universitária Bianca Ribeiro Consoli, de 19 anos, no Parque São Rafael, zona leste de São Paulo. O corpo da estudante foi encontrado anteontem à noite dentro de casa, com sinais de estrangulamento. Na boca da jovem havia uma sacola plástica. A televisão estava ligada e móveis tinham sido revirados. Segundo a família, nada foi roubado. A polícia não tem pista do criminoso.

Camilla Haddad, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2011 | 00h00

A primeira a suspeitar de algo foi a tia e vizinha da vítima, Maria das Flores, que por volta das 19h estranhou ao ver as janelas da casa todas abertas e as luzes acesas. Ela não conseguiu entrar porque o portão estava trancado. Neste horário, a mãe de Bianca, Marta Consoli, de 47 anos, voltava do trabalho e conseguiu entrar no imóvel com a irmã.

As duas encontraram Bianca caída na sala. O corpo dela estava próximo da porta que dá acesso a uma sacada. Duas janelas do imóvel, perto do limite com Santo André, foram destruídas.

O sofá da sala, na cena do crime, foi trocado de lugar e as portas da estante estavam abertas, com objetos jogados no chão.

Marcas de agressão. Segundo a polícia, o pescoço da universitária tinha vários arranhões e manchas roxas. A testa dela também estava ferida, possivelmente por uma faca. A mãe da adolescente contou aos investigadores que a filha não tinha esse ferimento.

Pouco antes de morrer, Bianca Consoli chegou a postar em sua página de uma rede social da internet uma música religiosa que tinha o nome de Deus. Ela também conversou pela internet com duas amigas, sem mostrar nervosismo ou indicar que estivesse com problemas.

O cunhado de Bianca, que pediu anonimato, contou que a menina não tinha inimigos. Ela morava com a mãe e o padrasto, que chegou a esmurrar um dos vidros da casa ao vê-la morta. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.