ALEX SILVA/ESTADAO
ALEX SILVA/ESTADAO

Jovem desaparecido após abordagem da PM é encontrado na Sé

Câmeras de segurança gravaram a ação dos policiais; o rapaz foi agredido e colocado no porta-malas de uma viatura

Alexandre Hisayasu, O Estado de S.Paulo

01 Julho 2016 | 19h35

SÃO PAULO - Após seis dias desaparecido, Wallace Araújo, de 18 anos, foi encontrado por seus familiares na Praça da Sé, no centro da capital. Ele havia sido visto pela última numa abordagem da Polícia Militar, em Heliópolis, na zona sul. O rapaz foi colocado na viatura e desapareceu.

A abordagem foi no ultimo sábado, 25, por volta das 18h30. Araújo saiu de casa com um primo e um amigo para comprar coxinha e foi abordado por um homem armado em um carro de passeio. Logo depois, viaturas e motos da Polícia Militar apareceram para acompanhar o caso.

O primo e o amigo de Araújo foram liberados, mas o rapaz ficou com os PMs. Câmeras de segurança da rua gravaram a ação dos policiais. O rapaz foi agredido e colocado no porta-malas de uma viatura e nunca mais foi visto. Araújo foi atropelado quando tinha 9 anos. O acidente deixou sequelas no cérebro. 

Veja imagens de câmera de segurança obtidas pelo site Ponte Jornalismo:

A família de Araújo prestou queixa na Corregedoria da Polícia Militar e na Delegacia de Pessoas Desaparecidas do DHPP. Na primeira, recebeu um protocolo que orientava a voltar depois de 10 dias. Na segunda, recebeu um ofício da delegada que a autoriza a pegar imagens de câmeras de segurança.

A mãe do rapaz, Fernanda Araújo, decidiu investigar por conta própria. Nesta sexta, depois de percorrer lugares frequentados por moradores de rua, ela encontrou o filho sentado na Praça da Sé. 

O DHPP vai apurar, além do desaparecimento, outros crimes que o jovem tenha sofrido, inclusive, possível tortura por parte dos policiais que aparecem no vídeo. Nesta sexta, Wallace, os pais e o primo que o acompanhava prestaram depoimento na delegacia. A família avalia entrar no Programa de Proteção à Testemunha por medo de represálias dos policiais. 

Em nota enviada por volta das 20 horas, a Secretaria da Segurança Pública informou que o jovem "está no momento prestando depoimento no DHPP. A Corregedoria da PM também apura o caso, por meio de inquérito administrativo, instaurado em 28 de junho". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.