Jovem baleada e estuprada no litoral do PR continua sedada

Vítima foi violentada quando passeava em uma praia com o namorado; ela respira com ajuda de aparelhos

Fabio M. Michel, do estadao.com.br,

03 Fevereiro 2009 | 18h49

A jovem M.P.L, de 23 anos - foi baleada e estuprada por um homem no último fim de semana, no litoral do Paraná - continua internada na UTI no Hospital Vita Curitiba e seu quadro é estável, segundo boletim médico divulgado no fim da tarde desta terça-feira, 3. Ela continua sob sedação e respira com auxílio de aparelhos.   Veja também: Homem que baleou casal não disse que era guia turístico  Jovem morre ao tentar salvar namorada de estupro no Paraná   Ainda não há uma avaliação neurológica definitiva sobre a lesão provocada por um dos dois tiros que atingiu a vítima. O canal medular da jovem foi atingido pela bala. Uma nova avaliação neurológica definitiva sobre a lesão só será possível com a retirada dos aparelhos e deve estar disponível nas próximas 24 horas. A jovem também tem um projétil alojado na base de um dos pulmões, mas esse não representa risco grave para a paciente.   O boletim foi assinado pelos médicos Jackson Baduy, diretor médico, e Hipólito Carraro Jr., chefe da UTI do Hospital Vita Curitiba. Ela foi transferida para o hospital particular a pedido da família.   O crime ocorreu no sábado, quando M. e seu namorado, de 22 anos, faziam uma trilha no Morro do Boi, em Caiobá. Os namorados pediram informações de como chegar a uma praia a um desconhecido, que se ofereceu a levá-los. Ao chegarem à praia, o homem tentou estuprar a jovem dentro de uma gruta e seu namorado foi tentar impedi-lo. O desconhecido atirou e atingiu o namorado de M. no peito.   Depois, ela tentou fugir da gruta, mas o criminoso deu dois tiros, que a atingiram nas costas. Impossibilitada de andar, M. foi violentada pelo homem mais tarde naquele mesmo dia. A família acionou o Corpo de Bombeiros no domingo, preucupado com o sumiço do casal. As equipes de resgate, juntamente com o pai do jovem que acompanhava as buscas, encontraram o casal por volta da 13h30   Uma embarcação do Corpo de Bombeiros foi utilizada para levar a jovem até a Praia Mansa de Caiobá, de onde ela seguiu numa ambulância do Siate até o quartel de bombeiros de Matinhos, sendo encaminhada na sequência de helicóptero até o Hospital Regional de Paranaguá. O corpo do rapaz foi encaminhado ao IML de Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.