FELIPE RAU/ESTADÃO
FELIPE RAU/ESTADÃO

José Américo é empossado secretário de Haddad

Petista assume o cargo de Secretário municipal de Relações Governamentais; desafio será ampliar apoio do governo na Câmara

Juliana Diógenes, O Estado de S. Paulo

25 de agosto de 2015 | 13h21

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) empossou na manhã desta terça-feira, 25, o secretário nacional de comunicação do PT e deputado estadual José Américo para o cargo de Secretário municipal de Relações Governamentais. Américo, que foi presidente da Câmara Municipal até 2013, terá a função de intermediar a relação entre Executivo e Legislativo. A preocupação do petista será a de tentar ampliar o apoio do governo na Câmara, o que facilitaria a aprovação de projetos da gestão Haddad.

"É muito importante manter a base de apoio do governo na Câmara e se possível ampliar. Isso aumenta a legitimidade da administração, do governo, e permite representação mais ampla", afirmou Américo. 

A nova Lei de Zoneamento, aprovada por Haddad e atualmente em discussão na Câmara, também é um dos tópicos que Américo deve articular. Em relação à Lei, o novo secretário disse que é "normal" que os vereadores "puxem mudanças para os seus bairros", mas defendeu a "globalização" do debate.

"Conheço muito a Câmara. Acho que a Câmara é muito equilibrada nesse ponto de vista. Se de um lado, um outro vai puxar alguma coisa pro seu bairro, quando houver a síntese, isso vai estar equilibrado", afirmou Américo.

O cargo estava vago desde a ida do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha para a Secretaria Municipal da Saúde, no lugar do ex-prefeito de Diadema, no ABC, José di Fillipi Júnior, que deixou o cargo. 

A medida tenta apaziguar a relação entre diferentes correntes petista em conflito indireto na capital, que frequentemente respinga no próprio prefeito. Américo, presidente da Câmara Municipal até 2013, deixou o posto para assumir cargo de deputado estadual. Sua saída abriu espaço para Antonio Donato (PT) assumir o posto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.