Jornalista diz ter sido vítima de racismo em cinema de shopping na zona leste

O jornalista José Rodolfo Pereira, de 26 anos, diz ter sido vítima de racismo enquanto assistia ao filme As Aventuras de Tintim, sábado, no cinema do Mooca Plaza Shopping, na zona leste de São Paulo. Pereira foi acusado por uma mulher, que assistia à animação ao lado dele com duas crianças, de ato obsceno. E teve de deixar a sala, após discutir com o gerente. Mas negou ter feito qualquer ato obsceno e disse que saiu para evitar confusão - o gerente ameaçava chamar a polícia, mesmo sem tê-lo flagrado. O jornalista, que recebeu de volta o valor do ingresso, acha que a atitude teve cunho racista. Para o Cinemark, foi um "mal entendido". O caso foi registrado no 18.º DP como "não criminal".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.