Jogo de videogame acaba em morte de adolescente

Jovem de 13 anos foi esfaqueado por amigo, da mesma idade, após discussão; menor disse que sempre era agredido

ALINE RESKALLA , BELO HORIZONTE , ESPECIAL PARA O ESTADO , O Estado de S.Paulo

21 Março 2012 | 03h01

Um garoto de 13 anos matou o amigo da mesma idade na manhã de anteontem, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, após uma discussão durante um jogo de videogame na casa de um deles, no bairro Jardim Brasília. Ele esfaqueou o colega - que era seu vizinho - nas costas.

O menino chegou a ser levado por uma moradora para a Unidade de Atendimento Integrado (UAI), mas não resistiu.

O menor que praticou o crime foi levado para a delegacia da cidade, onde confessou ter esfaqueado o amigo. De acordo com a polícia, ele relatou que teria avisado o colega que o mataria, caso ele fosse agredido - o que, segundo o menino, acontecia com frequência.

A mãe do agressor não estava na residência na hora do crime. Ela afirmou à polícia, no entanto, que o caso foi uma briga de criança com um final trágico. Depois de interrogado, o menor foi internado no Centro Socioeducativo local.

Na tarde de ontem, o garoto prestou depoimento ao promotor José Roberto Carbarelli, que não foi localizado pela reportagem para comentar. A Justiça agora tem 45 dias para apresentar uma definição sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.