Jardins fazem campanha contra entulho irregular

Cerca de mil moradores dos Jardins Europa, América, Paulista e Paulistano, na zona sul da capital, receberão em casa a partir de hoje uma carta da Ame Jardins, entidade que representa a região, ressaltando os cuidados necessários com o manejo e descarte do lixo. A campanha de conscientização foi batizada de "Lixinho que vira lixão".

Luísa Alcalde, JORNAL DA TARDE, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2010 | 00h00

O diretor executivo da entidade, João Maradei, de 31 anos, diz que percebeu o problema caminhando por ruas e avenidas da região. Além do depósito de lixo domiciliar fora do horário, Maradei viu que é comum, em alguns pontos desses quatro bairros, o acúmulo entulho, madeira e de folhagens secas proveniente da limpeza de jardins fora de sacos.

A Ame Jardins mapeou recentemente pelo menos 20 pontos de descarte irregular. Só em toda a extensão da Avenida Europa, por exemplo, são sete pontos. "São locais crônicos que demandam limpeza diária devido a esse descarte ilegal, o que nem sempre é possível. Já contatamos inúmeras vezes a subprefeitura para efetuar a limpeza, mas, dias depois, o problema volta", afirma ele.

A campanha também será deflagrada em ferramentas da internet como newsletter, blog e twitter da entidade. No Flickr, será possível ainda envio de fotografias de descartes flagrados por moradores.

De acordo com a Prefeitura, a fiscalização tem aumentado com a ajuda da Polícia Militar. Segundo a administração, já houve prisões e caminhões irregulares de entulho foram apreendidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.