Japonesa de 62 anos é encontrada morta na zona leste

Hideko Nakaya estava com o corpo enrolado em fios de telefone e em fitas plásticas

Daniela do Canto, do Jornal da Tarde,

13 de novembro de 2008 | 06h53

Uma japonesa de 62 anos foi assassinada na noite de quarta-feira, 12, no Parque Cruzeiro, zona leste de São Paulo. Hideko Nakaya, natural da província de Shimane-Ken, foi encontrada na cozinha de casa, na rua Maciel Viana, pelo seu sobrinho, pouco antes das 21 horas.   Segundo informações da Polícia Militar, ela costumava freqüentar um karaokê com amigos, mas não apareceu na reunião de terça-feira. Preocupados, eles entraram em contato com o sobrinho de Hideko. Ele ligou para a tia, mas como ela não atendeu, resolveu ir até a residência, onde encontrou o corpo.   O portão da casa estava aberto. Segundo policiais que participaram da ocorrência, Hideko parece ter sido golpeada na cabeça. Ela estava com o corpo enrolado em fios de telefone e em fitas plásticas. A casa estava revirada, mas o sobrinho da vítima teria dito à PM que isso é comum.   Hideko era solteira e não tinha filhos. Os familiares da vítima não quiseram conversar com a imprensa. Peritos estiveram no local durante a madrugada e o caso deve ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Tudo o que sabemos sobre:
japonesaassassinatozona leste

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.