Já conhece os sites de cupons de descontos?

Na maioria, não é preciso pagar antecipadamente pelo produto ou serviço

LUCIELE VELLUTO, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2012 | 03h06

Depois das compras coletivas, outra febre na web promete vantagens: a dos cupons de desconto, incluindo vouchers (vales) que abatem preço de produtos ou serviços. E o melhor: na maioria das vezes, não é preciso pagar antecipadamente. Pelo menos cinco sites já oferecem cupons de desconto na cidade - três de graça e dois em que se paga um pequeno valor.

No caso dos sites gratuitos, basta o consumidor se cadastrar e imprimir a promoção. Assim como vouchers de compras coletivas, as promoções têm regras, como prazo de validade e dias de uso. O mesmo vale em sites em que é preciso pagar pelo cupom - com cartão ou boleto bancário.

O analista de sistemas Renato Prata, de 30 anos, é um dos usuários. "É vantajoso, pois imprimo o desconto, mas não tenho o compromisso de ir. Em compras coletivas, paga-se antes e nem sempre dá para saber se o serviço é bom ou ruim."

Com audiência mensal de 1,5 milhão de visitantes, o site carioca Cuponeria (www.cuponeria.com.br) oferece promoções para consumidores paulistas e ofertas de desconto gratuitas de empresas como Pizza Hut e Blockbuster. "Uma empresa de frozen iogurte chegou a oferecer 300 cupons com 100% de desconto para atrair consumidores", conta o sócio Thiago da Fonseca Brandão, lembrando que sites de cupom oferecem aos brasileiros uma cultura já conhecida nos Estados Unidos e na Europa.

No site Formula Off (www.formulaoff.com), o plano é conquistar quem não gosta de site de compra coletiva nem de usar cartão de crédito na web. "Como é só imprimir e usar, atendemos um público muito maior", explica Antonio Santos Alves.

As duas empresas que não cobram pelo cupom se mantêm com publicidade no site - quem faz a oferta paga para ter seu cupom disponível na web.

No www.poulpe.com.br, dá para participar da promoção tanto com cupom quanto por um código gerado por um aplicativo para smartphone.

Há ainda outro modelo de site em que o consumidor paga pelo vale. Alexwell Júnior, cofundador do Freepon (www.freepon.com.br), explica que a compra do voucher garante a promoção. "São vales-descontos. O valor pago antes é como direito de reserva." O Freepon tem cupons pagos e gratuitos.

Para Mauro Dano, presidente da Cupom Now (www.cupomnow.com.br), a venda de cupons de desconto é atraente por ser menos burocrática. "Não precisa agendar ou esperar um número x de pessoas comprar. Pode imprimir e usar na hora." No ar há 14 meses, o site oferece cupons pagos e tem 1 milhão de visitantes mensais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.