Governo de São Paulo/Divulgação
Governo de São Paulo/Divulgação

Itaoca: Alckmin diz que prioridade é salvar vidas

Governador ainda culpou chuva forte e 'localizada' por mortes na cidade do Vale do Ribeira

O Estado de S. Paulo

14 de janeiro de 2014 | 08h11

SÃO PAULO - O governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirmou na manhã desta terça-feira, 14, que a prioridade do Estado é "salvar vidas" na cidade de Itaoca, no Vale do Ribeira, alagada após a chuva forte iniciada na noite de domingo, 12. Além disso, o tucano garantiu que uma ponte será reconstruída no município, para evitar futuras obstruções do Rio Palmital com detritos trazidos pela chuva das encostas dos morros. Ao menos oito pessoas morreram em decorrência dos alagamentos dos últimos dias. Outras 12 estão desaparecidas.

"A nossa prioridade agora é salvar vidas, é procurar os desaparecidos", afirmou Alckmin em entrevista ao telejornal "Bom Dia São Paulo", da Rede Globo. "A segunda etapa será reconstruir a cidade, pontes, desobstruir estradas, tem bairros ainda ilhados."

Questionado se o seu governo poderia ter adotado preventivamente alguma medida para evitar os deslizamentos, o dirigente culpou a chuva forte. "As pessoas mais antigas dizem que não conhecem, não viram até hoje uma tromba d'água tão violenta na região da serra. Ela foi muito localizada. Tanto é que o número de pessoas desabrigadas é só de nove pessoas. Acontece que a região que foi atingida tinha famílias inteiras: uma casa tinha quatro pessoas, outra casa tinha cinco pessoas."

Sobre a nova ponte, Alckmin informou que ela será feita "em arco, uma ponte moderna, que não ocasionará mais obstrução". Não foram citados prazos.

Além disso, o tucano disse que outras ações poderiam ser tomadas para evitar novas ocorrências. "O ideal aqui seria uma barragem, para regularizar a bacia do Rio Ribeira, mas há questões ambientais, isso está na Justiça, não foi possível fazer essa barragem, chamada do Tijuco Alto. Há realmente intempéries, questões da natureza muito violentas que são mais difíceis."

Tudo o que sabemos sobre:
Geraldo AlckminItaocaVale do Ribeira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.