Italiano é pego em carro com R$ 448 mil em multas

Roberto Cíntio, engenheiro italiano de 62 anos suspeito de vender carteiras de identidades, comprovantes de residência e diplomas falsos, foi preso anteontem quando chegava a seu escritório na Bela Vista, região central de São Paulo.

Bruno Lupion, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2010 | 00h00

Seu carro, uma Zafira 2001, chamou a atenção dos policiais por acumular R$ 448 mil em multas, quase 18 vezes seu valor de mercado.

Segundo a polícia, Cíntio tem antecedentes criminais por estelionato e o carro está em nome de uma empresa de reciclagem. Além das multas, constam débitos de R$ 7.655,65 de IPVA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.