Italiano desde pequenininho!

Autoexplicativo

TUTTY HUMOR, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2012 | 03h07

Está explicado por que Arroio do Padre (RS) é o município menos católico do Brasil! 'Arroio', ensina o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, significa "pequeno curso de qualquer líquido". 'Do padre' todo mundo sabe o que é, né?

Boato infame

Não é verdade que o projeto de lei anti-imigração do Arizona crie a figura do banheiro químico em separado para os não-americanos residentes nos EUA. Tudo mais que se diz a respeito não está muito longe da verdade!

Bons modos

Se conseguir fazer com que a população de rua de São Paulo tome sopa em local adequado, Gilberto Kassab deve colocar em prática a segunda etapa de seu plano de convivência social: ensinar os mendigos a tomar o sopão sem chupar a colher é um velho sonho do prefeito!

Nosso garoto!

Sem muitas chances de emplacar a temporada 2013 na Ferrari, Felipe Massa já está correndo atrás. Ele é quase tão bom nisso quanto Rubinho Barrichello!

Terror

Tem PM em São Paulo temendo virar alvo em prova de tiro na Virada Esportiva do fim de semana!

Fofo da corte

Afastado faz tempo do noticiário nacional, o ex-ministro Rafael Greca voltará a dar o ar de sua graça como candidato do PMDB à prefeitura de Curitiba! Ele foi, para quem não está ligando o nome à pessoa, considerado por muitos como a coisa mais fofa do governo FHC!

A Espanha tem mais uns 15 minutos de crédito! Se, depois disso, continuar trocando passes curtos no meio-campo, batendo seu próprio recorde de posse de bola, não restará aos amantes do futebol outra opção senão se juntar a quem mal conhece o esporte na empolgação da torcida pela Itália.

Feliz com a eliminação da Alemanha, o brasileiro que a cada jogo desta Eurocopa torceu sempre pela seleção do país mais pobre em campo ficaria neutro na decisão de domingo - um clássico da pindaíba regional - não fosse outro motivo forte para simpatizar mais com a Azurra: Mario Balotelli.

Um herói negro meio maluco seria um baita de um sacode na caretice com que a Europa vem tratando suas crises, à base de austeridade e exclusão racial.

Pode parecer estranho torcer por um cara que incendiou a própria casa soltando fogos de artifício no banheiro e atirou dardos em companheiros da equipe juvenil de seu clube, mas, em matéria de coisa errada, francamente, alguém que já foi preso saindo de casa com eletrodomésticos tem crédito na praça.

Balotelli é a cara dessa Europa que precisa se olhar de frente para tratar de seus defeitos e apostar em suas virtudes.

Mais um!

"ESTAMOS CRIANDO OUTRO MONSTRO!"

René Simões, técnico, profetizando para Romarinho um futuro tão assustador quanto o que ele previu para Neymar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.