Isolada, oposição tem 14 vereadores; ''centrão'' some

Formada pelos 11 vereadores do PT e por três remanescentes do bloco político conhecido como "centrão", a oposição ao prefeito Gilberto Kassab na Câmara Municipal pouco tem a fazer na tentativa de obstruir as propostas do governo. A força do prefeito se deve em grande parte à criação de seu novo Partido Social Democrático (PSD). Pelos cálculos do governo, 14 vereadores devem aderir à sigla até o fim de junho - por enquanto, sete já asseguraram a filiação ao prefeito, incluindo o presidente da Casa, José Police Neto, ex-PSDB.

Diego Zanchetta, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2011 | 00h00

Para desarticular o "centrão", que chegou a ter 21 vereadores em 2010, o prefeito tem assegurado aos seus ex-integrantes apoio na campanha de 2012 e cargos de segundo escalão nas subprefeituras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.