Isenção de impostos para estádio de Itaquera é aprovada em 1.ª instância

Com isso, são cerca de R$ 420 milhões a menos no orçamento para o Corinthians

Diego Zanchetta - O Estado de S. Paulo,

29 de junho de 2011 | 20h02

A Câmara Municipal de Vereadores de São Paulo aprovou a isenção de impostos para o estádio de Itaquera em primeira instância, que será construído na zona leste da capital paulista pelo Corinthians para a Copa do Mundo 2014, nesta quarta-feira.

 

Os votos na sessão: 36 a favor da isenção, 12 contra e três pela abstenção. Com isso, o clube conseguirá economizar cerca de R$ 420 milhões, que alega aproveitar em investimentos na própria obra, orçada em aproximados R$ 800 milhões.

 

 

Agora, o Governo municipal quer aprovar em segunda instância o projeto já nesta quinta-feira pela manhã, após a audiência pública marcada, apesar da necessidade padrão de espera de 48 horas para a nova votação.

 

 

A pressa pela aprovação é conduzida com pressão de todos os lados, pois o tempo corre. A Fifa já disse que precisa da confirmação da construção do estádio, com todos os contratos assinados, o mais rápido possível, senão São Paulo não vai receber o jogo de abertura do Mundial.

 

 

Atualizado às 20h10 para acréscimo de informações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.