Agliberto Lima/AE
Agliberto Lima/AE

Irmãos Cravinhos são transferidos para o regime semiaberto

Presos desde 2002 pela morte dos pais de Suzane von Richthofen, eles apresentaram bom comportamento, considerou juíza

João Carlos de Faria, O Estado de S. Paulo

19 de fevereiro de 2013 | 15h03

TAUBATÉ - A juíza da 2ª Vara de Execuções concedeu aos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos de Paula e Silva o benefício da progressão do regime, de fechado para o semiaberto. Eles foram condenados por terem planejado, juntamente com Suzane von Richthofen,  namorada de Daniel, o assassinato dos pais dela, Manfred e Marísia Richthofen, que eram contra o namoro dos dois. Com a decisão da juíza, os irmãos já foram transferidos para o pavilhão do regime semiaberto da penitenciaria Dr. José Augusto Salgado, a P2, localizada no complexo penitenciário de Tremembé, a 135 km de São Paulo. 

Em breve poderão trabalhar fora da unidade prisional e desfrutar das saídas temporárias, em datas especiais, permitidas a presos do regime. Por enquanto eles devem ficar 40 dias em observação. 
Para conceder a progressão de pena, a juíza levou em consideração os argumentos da defesa, de bom comportamento dos irmãos, que estão presos desde 2002. O fato confirmado pelo diretor da unidade prisional. 

Em 2006, Daniel Cravinhos foi condenado a 39 anos e seis meses, de reclusão em regime fechado e seis meses de detenção no semiaberto, além de multa; Cristian, foi condenado a 38 anos e seis meses em regime fechado. Eles, no entanto, estão presos desde 2002, cumprindo apenas 11 anos no regime fechado.
Tudo o que sabemos sobre:
irmãos cravinhossemiaberto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.