Divulgação
Divulgação

Irmão de cantora Negra Li é achado morto na zona norte

Ele foi encontrado com tiros no rosto em um terreno da zona norte; testemunha ouviu gritos de socorro

Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

13 Abril 2014 | 16h08

(Atualizado às 17h02)

SÃO PAULO - O corpo de Gilson Francisco de Carvalho, de 41 anos, irmão da cantora Negra Li, foi encontrado em um terreno onde fica uma quadra de futebol e um bar na Avenida Elísio Teixeira Leite, na Freguesia do Ó, zona norte da capital, por volta das 23h30 de sábado, 12.

Segundo a Secretaria Estado da Segurança Pública, Carvalho teve tempo de pedir ajuda antes de morrer. Uma testemunha havia saído de uma festa na região e ouviu gritos de socorro da vítima enquanto caminhava para casa.  Entretanto, quando a testemunha encontrou a vítima ela já não se mexia Carvalho tinha marcas de tiro na cabeça.

A testemunha chamou a polícia e declarou ainda não ter escutado barulho de disparos. Os PMs confirmaram a morte no local. O corpo foi retirado depois que a perícia foi feita na área onde ele foi encontrado. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que não deu informações sobre as investigações neste domingo.

Negra Li manifestou-se sobre a morte do irmão em seu perfil no Facebook. "Obrigada pelas mensagens de conforto...Não existem palavras nesse momento...", escreveu. Sua assessoria de imprensa não foi localizada.

 

A cantora, atualmente, interpreta Maria Madalena no musical Jesus Cristo Superstar, em cartaz no Complexo Ohtake Cultural, em Pinheiros, zona oeste da capital. Na apresentação da noite deste domingo, 13, ela será substituída pela atriz Olívia Branco.

Mais conteúdo sobre:
Negra LiFreguesia do Ó

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.