Irmão atropela e atira contra a irmã por herança em Ribeirão

Apesar da gravidade, a vítima está em observação e não corre risco de morte; acusado é procurado pela polícia

Brás Henrique, O Estado de S. Paulo,

15 de setembro de 2009 | 16h33

A delegada Maria Beatriz Moura Campos, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), de Ribeirão Preto, investiga a tentativa de homicídio qualificado ocorrida por volta de 21 horas da segunda-feira, 14. O caso envolve dois irmãos e o motivo teria sido uma disputa por herança.

 

Lucilara Leoni, de 42 anos, foi atropelada pela caminhonete do pai, usada pelo irmão Francisco José Leoni, de 40 anos. O crieme aconteceu na rua onde ambos moram, na Vila Virgínia.

 

Francisco ainda disparou 11 tiros contra Lucilara, que foi atingida por nove dos disparos. Ele conseguiu fugir e é procurado pela polícia. A vítima foi levada à Unidade de Emergência (UE) do Hospital das Clínicas (HC), onde está em observação, mas não corre risco de morte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.