IPVA em São Paulo ficará 7,2% mais barato em 2011

Solange Spigliatti,

18 de novembro de 2010 | 15h00

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Estado de São Paulo ficará, em média, 7,2% mais barato no próximo ano, segundo informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. A tabela com os preços médios de venda de veículos automotores para cálculo do IPVA 2011 foi divulgada hoje pela Secretaria. A pesquisa dos valores venais foi realizada durante o mês de setembro pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Segundo a secretaria, motos e similares tiveram retração acima da média (queda de 9,1%). Para os automóveis, o preço médio ficou 7% menor em relação ao ano passado. Caminhões, ônibus e micro-ônibus terão diminuição de 5,8%, e os utilitários, de 5%.

A queda no valor do imposto é explicada pela desvalorização dos veículos, segundo a secretaria. Não houve alteração de alíquotas no imposto. Os automóveis movidos à gasolina e bicombustíveis recolherão 4% sobre o valor venal; carros a álcool e gás pagam 3%; picape cabine dupla, 4%; utilitários (cabine simples), ônibus, micro-ônibus e motocicletas pagam 2% sobre o valor venal. Os caminhões recolhem 1,5%. Veículos com mais de 20 anos de fabricação são isentos.

A tabela poderá ser consultada no Diário Oficial do Estado amanhã ou no site da secretaria (www3.fazenda.SP.gov.br/ipvanet/). O calendário de pagamento tem início em 11 de janeiro. A Fazenda prevê arrecadar R$ 9,5 bilhões com o IPVA em 2011. Deste total, 50% pertence aos municípios de registro dos veículos. Dados preliminares do IPVA 2010 mostram que a Fazenda arrecadou até outubro deste ano R$ 8,7 bilhões. A projeção do Fisco é fechar dezembro com o total de R$ 8,9 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.