IPT aponta três fatores como causa do acidente no Rodoanel

'Força horizontal' não contida pelo travamento das vigas foi responsável pelo desabamento que feriu três

Gabriel Pinheiro, estadao.com.br

28 de dezembro de 2009 | 17h55

O Governo do Estado de São Paulo divulgou nesta segunda-feira, 28, resultado da análise técnica do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT) sobre as causas do acidente no Rodoanel. Segundo o documento, "o surgimento de uma força horizontal não contida pelo travamento (das vigas)" foi responsável pela tragédia.

 

Na noite de 13 de novembro, três vigas de 45 metros de comprimento e cerca de 85 toneladas caíram sobre um caminhão e três carros de passeio. Três pessoas ficaram feridas. De acordo com a análise, três fatores combinados deram origem ao fenômeno que resultou no desabamento: falta de horizontalidade das superfícies das bases de apoio, insuficiência de atrito na interface das vigas com as bases de apoio e falta de travamento adequado das vigas.

 

A hipótese da falha no travamento como causa do acidente na construção do Trecho Sul do Rodoanel já havia sido apontada por peritos criminais. Segundo o IPT, serão indicadas as responsabilidades "contratuais e funcionais" da tragédia, em apuração da Dersa. Já a responsabilidade penal - objeto de inquérito policial - deverá ser indicada pela Corregedoria Geral da Administração.

 

A obra do viaduto de 680 metros, localizado no quilômetro 279 da Rodovia Régis Bittencourt, em Embu, na Grande São Paulo, está paralisada desde o acidente. Para a continuidade, o IPT recomenda "adequações nos controles de nivelamento e assentamento das vigas sobre as bases de apoio", além de "sistemas de travamento provisórios que garantam que as vigas não possam sofrer deslocamentos na direção transversal."

 

Nos 61 quilômetros do Trecho Sul do Rodoanel existem 132 pontes, viadutos e passagens de níveis sustentados por 2.280 vigas. O viaduto onde ocorreu o desabamento é o último que precisa ser concluído. Apesar do incidente, o Governo de São Paulo manteve 27 de março como data para a entrega do Trecho Sul.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Rodoanelacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.