Divulgação
Divulgação

Ipiranga é sede do 'irmão perdido' do futebol paulista

Clube dava trabalho para os grandes de São Paulo na primeira metade do século passado

O Estado de S. Paulo

27 de agosto de 2015 | 22h49

O Ipiranga é sede do "irmão perdido" dos grandes do futebol paulista. Há mais de meio século, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Portuguesa, Juventus e Nacional tinham no Campeonato Paulista mais um rival, o Clube Atlético Ypiranga. Centenário (atualmente com 109 anos de idade), o clube não conta mais com uma equipe profissional, mas ainda tem história para contar.

Não foram poucas as vezes que o Ypiranga esteve no principal campeonato estadual do país. A primeira participação no torneio veio em 1910 - ao todo foram 46, está à frente de Ferroviária de Araraquara, Inter de Limeira e do campeão Ituano. Apesar de nenhum título, o clube ficou com o vice-campeonato em três oportunidades: 1913, 1934 e 1935.

Em 1934, por exemplo, bateu o Corinthians (3x2) e empatou com o Santos (2x2). Antes, contou em suas fileiras com o craque Arthur Friedenreich, grande estrela do futebol brasileiro. Vestindo a camisa do time, El Tigre foi artilheiro da competição em 1914, no Campeonato da Associação Paulista de Esportes Atléticos, e em 1917.

O último campeonato paulista disputado pelo Ypiranga foi em 1958, quando terminou na 20º posição.  Justamente o ano em que o futebol brasileiro começou a brilhar no exterior e surgia Pelé, no Santos.  

O Clube Atlético Ypiranga foi fundado em 10 de julho de 1906, por dissidentes do Esporte Clube Germânia (atual Pinheiros), do Vitória A.C e do G.D.R Internacional. Se estabeleceu definitivamente no Ipiranga apenas em 1929. 

A atual sede, localizada na rua Do Manifesto, é da década de 1960, comprada com a ajuda da Família Jafet. Em suas instalações, recebe ainda muitos moradores atrás de recreação. São 28 000 metros quadrados destinados à prática de esportes.

Vovô. Apesar do Ypiranga ser o maior clube do bairro, não é o mais antigo. Este título pertence ao Cisplatina Futebol Clube. O CAY só chegou à região em 1929. Um ano antes, um grupo de 36 amigos se reuniram na hoje chamada rua Padre Marchetti para criar um clube esportivo. 

No dia 21 de abril de 1928 surgiu o Cisplatina, nome em homenagem à região da América do Sul onde fica o rio do Prata. A atual sede, na rua Brigadeiro Jordão, não é enorme (apenas 1 800 metros quadrados) mas oferece diversas modalidades esportivas, piscina e quadra de futebol de salão. Seu maior sucesso, entretanto, são os bailes promovidos aos finais de semana, quando antigos moradores do bairro se encontram para relembrar os velhos tempos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.