Investimentos serão antecipados em cidades afetadas por chuva

Orçamento da Sabesp já previa a universalização da coleta e tratamento de esgoto nos municípios da Grande SP

Fabiana Marchezi e Rita Cirne, Central de Notícias

28 de outubro de 2009 | 13h32

O presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Gesner Oliveira, informou, em reunião realizada nesta quarta-feira, 28, com os sete prefeitos de municípios do oeste da Grande São Paulo, que irá antecipar os investimentos previstos para a universalização da coleta e tratamento de esgoto na região.

 

Veja também:

link Bombeiros retomam buscas por homem levado por rio

link Represa transborda e alaga casas na Grande São Paulo

link Rio Cotia isola 2,5 mil pessoas há 10 meses na cidade

link Em Carapicuíba, moradores perdem eletrodomésticos

 

Durante a chuva entre a noite de segunda e a madrugada de terça, casas das cidades de Barueri e Carapicuíba foram alagadas por causa do transbordamento da Represa Baixo Cotia. Ao menos 50 residências foram danificadas. Em Itapevi, um homem foi arrastado pela enxurrada e está desaparecido.

 

De acordo com Gesner, até 2012 serão feitas obras que garantirão o tratamento e coleta de 70% do esgoto das sete cidades. A meta de atingir os 100% de tratamento para 2018 deve ser cumprida, segundo informou o presidente da companhia.

 

De acordo com a prefeitura de Barueri, onde aconteceu o encontro, a reunião já estava prevista antes do temporal. Participaram do encontro, os prefeitos de Barueri, Osasco, Jandira, Itapevi, Santana de Paranaíba, Pirapora do Bom Jesus e Carapicuíba.

Tudo o que sabemos sobre:
SabespchuvasGrande SPSPalagamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.