Investigação de pedofilia também será centralizada

Outra novidade preparada pela Delegacia-geral é criar uma delegacia para centralizar as investigações sobre pedofilia. Ela deve ficar no DHPP, dentro da Divisão de Proteção à Pessoa (DPP). A delegacia seria a primeira do Estado a se especializar no combate a crime sexuais contra crianças e pornografia.

Marcelo Godoy, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2011 | 00h00

Atualmente, os crimes de pedofilia são registrados nas delegacias de bairro e investigados em separado. Se um pedófilo ataca uma criança na zona leste e faz outra vítima na zona sul, os casos serão apurados por equipes de delegacias de bairro que na maioria das vezes não se conhecem. Com a investigação centralizada em uma delegacia será mais fácil determinar quando vários crimes são cometidos da mesma forma.

O plano prevê ainda a padronização das unidades de inteligência policial dos departamentos. A meta é evitar que a mudança de chefia das delegacias interfira no dia a dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.