Inundações deixam 800 desabrigados no Vale do Ribeira

Águas do rio Ribeira subiram mais de 3 m, atingindo regiões ribeirinhas de Registro, Juquiá, Miracatu e Iguape

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

27 Janeiro 2010 | 19h32

Pelo menos 800 pessoas estavam desabrigadas no final da tarde desta quinta-feira, 27 em razão das chuvas que atingiram o Vale do Ribeira, na noite de terça-feira, segundo as prefeituras e a Defesa Civil. As águas do rio Ribeira subiram mais de três metros, inundando as regiões ribeirinhas de Registro, Juquiá, Miracatu e Iguape. Somente em Registro, a prefeitura cadastrou 407 pessoas desabrigadas. As famílias foram levadas para abrigos improvisados num ginásio de esportes e em duas escolas.

 

Veja também:

linkSobe para 900 total de famílias afetadas por chuvas em Atibaia

linkChuvas obrigam mais de 23 mil a deixar suas casas em SP

linkDesde dezembro, 64 já morreram por chuvas em SP

linkRepresas do Sistema Cantareira transbordam e ameaçam 12 cidades

 

A prefeitura decretou situação de emergência e pediu doações, sobretudo alimentos. As águas do rio continuavam subindo ontem. Os bairros mais atingidos são a Vila São Francisco, Jardim Caiçara, Vila Nova e Nosso Teto, com centenas de casas tomadas pelas águas.

 

As prefeituras de Juquiá e Miracatu, com centenas de desabrigados, também decretaram situação de emergência. As águas do Ribeira atingiram no final da tarde bairros rurais de Iguape. As estradas estavam cobertas pelas águas. Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros usavam barcos para retirar as famílias que ficaram ilhadas.

Mais conteúdo sobre:
SP chuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.