Internos fazem corda com lençóis e fogem de unidade da Fundação Casa

Oito escaparam da unidade em Ribeirão Preto após aproveitarem a greve dos funcionários

Rene Moreira, Especial para O Estado

14 Abril 2014 | 10h55

Texto corrigido às 12h03

RIBEIRÃO PRETO - Aproveitando a greve dos funcionários, oito internos da Fundação Casa de Ribeirão Preto (SP) fugiram da unidade na noite de deste domingo, 13. Uma viatura da PM esteve na instituição, mas por lei não pôde entrar no local. Para fugir, os adolescentes teriam feito uma corda amarrando lençóis para pularem a muralha. Os infratores estourarem o portão de um alambrado e chegarem ao muro.

Com pouca gente trabalhando, os internos estariam ficando mais tempo livres no interior da instituição e no pátio, sob a vigilância de apenas três funcionários. Outros adolescentes também pretendiam fugir, mas foram descobertos antes que isso acontecesse.

Busca. Até a manhã desta segunda-feira, 14, nenhum dos fugitivos havia sido recapturado. A Corregedoria Geral da Fundação Casa abriu sindicância para apurar a fuga. Se forem recapturados, eles poderão ser penalizados internamente pela Comissão de Avaliação Disciplinar.

Mais conteúdo sobre:
Fundação Casa Ribeirão Preto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.