Internos da Fundação Casa fazem rebelião na unidade Raposo Tavares

Internos da Fundação Casa fazem rebelião na unidade Raposo Tavares

Dois funcionários foram feito reféns e outros dois foram levados ao hospital após inalarem fumaça

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2019 | 07h59

Os internos da Fundação Casa da unidade Jatobá, no complexo Raposo Tavares, fizeram uma rebelião que começou por volta das 19h da última segunda-feira, 21, e terminou na madrugada desta terça, 22.

De acordo com a assessoria da fundação, os jovens se concentraram em uma sala e atearam fogo em outro espaço.

Dois servidores foram feitos reféns e liberados após oito horas de motim. Outros dois foram levados ao hospital após inalarem fumaça.

Segundo a fundação, os detentos não fizeram nenhuma reivindicação. A assessoria também informou que a unidade não passa por superlotação, uma vez que a capacidade do centro é de 64 adolescentes e, no momento, há 50 jovens.

A Corregedoria Geral da Fundação Casa instaurou uma sindicância para apurar e punir os responsáveis pela rebelião. Os adolescentes envolvidos passarão por uma Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD), que irá determinar as possíveis sanções. O Judiciário e os familiares dos jovens serão informados da ocorrência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.