Internos da Fundação Casa fazem rebelião em Franco da Rocha

Dez funcionários da instituição foram feitos reféns na tarde desta segunda-feira; sindicância vai apurar os motivos da revolta

O Estado de S. Paulo

08 Junho 2015 | 20h57

Atualizado às 23h59

SÃO PAULO - Internos da unidade da Fundação Casa em Franco da Rocha, na Região Metropolitana de São Paulo, fizeram uma rebelião nesta segunda-feira, 8. Os internos fizeram dez funcionários reféns.

A instituição afirmou que a rebelião começou no início da tarde na unidade Rio Negro da Fundação Casa - ainda não se sabem as causas da revolta. Os adolescentes chegaram a tocar fogo em mesas e cadeiras e fizeram os funcionários de reféns. Pouco depois das 21 horas, eles foram liberados. Não havia informações de feridos.

A Superintendência de Segurança e a Corregedoria Geral negociaram desde cedo a liberação dos reféns. A Polícia Militar também foi acionada. Uma sindicância será aberta para apurar os motivos da rebelião. A unidade está com a capacidade máxima de 92 internos.

A Fundação Casa informou que todos os adolescentes envolvidos na rebelião passarão pela Comissão de Avaliação Disciplinar (CAD) e poderão sofrer sanções administrativas. O Judiciário e os familiares serão informação da ocorrência.


Mais conteúdo sobre:
Fundação Casa Franco da Rocha rebelião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.