Interligação na estação Brás fica superlotada com fechamento da Luz

Operação de trens foi suspensa por causa do incêndio no Museu da Língua Portuguesa, que fica ao lado da estação

Raquel Brandão, O Estado de S.Paulo

22 Dezembro 2015 | 11h48

SÃO PAULO - Os passageiros que embarcaram pela estação Brás precisaram ser pacientes na manhã desta terça-feira, 22. Por causa do fechamento da Luz para as linhas 7-Rubi e 11-Coral da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), os usuários da linha 11-Coral, que liga a cidade de Mogi das Cruzes ao centro da capital, precisaram desembarcar no Brás, onde é possível fazer conexão com as linhas 12-Safira e 10-Turquesa da CPTM e a linha 3-Vermelha do Metrô. A CPTM determinou a suspensão do serviço por causa do incêndio que atingiu o edifício do Museu da Língua Portuguesa, anexo à estação Luz, e ainda não há previsão para que a operação de trens seja normalizada.

O alto fluxo de passageiros tornou a interligação difícil. "Levei cerca de 10 minutos para fazer a transferência e mais 8 minutos para embarcar no Metrô", reclama o passageiro Cícero Ricardo. A demora foi ainda maior para Renato Barreto que gastou quase uma hora para completar a conexão com o metrô. "Demorei 25 minutos para chegar na plataforma." Além da lotação na estação Brás, passageiros reclamaram no Twitter por não serem avisados ainda na estação Itaquera sobre o fechamento da Luz  e pela falta da operação Paese entre as estações centrais.  

A CPTM  indica que os usuários das linhas 7-Rubi e 11-Coral desembarquem nas estações Palmeiras - Barra Funda e Brás, respectivamente. Quem utiliza a linha 7-Rubi pode fazer conexão para a linha 8-Diamante e descer na estação Júlio Prestes, a 250 metros da estação da Luz. Para os passageiros da linha 11-Coral, a sugestão é utilizar as linhas do Metrô, que estão funcionando normalmente. A estação da Luz faz parte do trajeto das linhas 1-Azul e 4-Amarela.  

Quem se locomove de ônibus, também deve ficar atento a mudanças. As oito linhas que passam pela rua lateral ao prédio do museu sofreram desvios, segundo a SPTrans. Os ônibus estão sendo direcionados para as seguintes vias do entorno: Rua Mauá, Av. Casper Líbero, Rua do Seminário, Rua Brigadeiro Tobias e ao acesso à Av. Prestes Maia. Às 7h da manhã, a região concentrava poucos pontos de congestionamento. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.