Interdições na região de Congonhas devem durar todo o dia

CET orienta sobre opções de itinerário; linhas de ônibus que trafegam na região sofrem mudanças

Alexandra Penhalver, do Estadão, e Ricardo Valota, estadao.com.br

18 de julho de 2007 | 06h31

Os motoristas que utilizam a região do Aeroporto de Congonhas devem mudar seu itinerário nesta quarta-feira, 18. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a pista sentido centro da Avenida Washington Luís foi liberada na manhã desta quarta-feira, mas por volta das 7h20, o trânsito estava carregado próximo ao aeroporto.   Veja também: Lista das 184 vítimas do acidente Opine: o que deve ser feito com Congonhas? O local do acidente Os piores desastres aéreos do BrasilConheça o Airbus A320 Galeria de fotos Assista a vídeos feitos no local do acidente Conte o que você viu e o que você sabe   Segundo o coronel da defesa civil, Jair Paca de Lima, às 8 horas, a estrutura do hangar atingido pelo vôo 3054 da TAM será avaliada para saber se há risco de desabamento. Caso não haja, a pista sentido bairro da avenida também será liberada.   Como havia muitas equipes dos Bombeiros, veículos do Instituo Médico Legal (IML), do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e carros das polícias Civil e Militar, a desobstrução das pistas da avenida e a liberação de 27 imóveis na região só ocorrerão depois que não houver mais risco para todo o efetivo que trabalha no local do acidente.   A CET informa que o motorista que trafega pela pista sentido bairro-centro(Aeroporto/Santana) da Avenida Washington Luís, entre outros desvios, poderá seguir viagem pela Avenida Jornalista Roberto Marinho, Avenida Ibirapuera até sair no Complexo Cebolinha, ao lado do Parque do Ibirapuera, podendo acessar a Avenida Indianópolis e a Avenida 23 de Maio no sentido Santana.   Quem segue pela pista sentido bairro-centro da Avenida Washington Luís, deve acessar a Avenida Indianópolis, fazer o retorno junto ao Parque do Ibirapuera e sair no Complexo Cebolinha. A partir das desta manhã, haverá um efetivo de 400 agentes operacionais da CET na região do acidente para auxiliar os motoristas que não têm como evitar as avenidas próximo ao aeroporto.   A previsão é das primeiras horas desta manhã, o trânsito já esteja muito complicado na região do aeroporto, afetando todo o corredor norte-sul, formado pelas avenidas Santos Dumont, Prestes Maia, Tiradentes, 23 de Maio, Rubem Berta, Moreira Guimarães, Washington Luís e Interlagos.   Deve ser comprometido também o tráfego de veículos pela marginal Tietê junto à Ponte das Bandeiras, que dá acesso ao corredor norte-sul, e Avenida dos Bandeirantes, que passa a lado da pista de Congonhas. O Viaduto João Julião da Costa Aguiar, o mais próximo do Aeroporto, situado na Avenida dos Bandeirantes, também foi interditado.   Transporte   Segundo a São Paulo Transportes (SPTrans), todas as 985 linhas feitas pelos 14.950 veículos das empresas de ônibus e microônibus na capital paulista seguem operando nesta manhã de quarta-feira, mas, por causa das interdições montadas pela CET na região do Aeroporto de Congonhas, sofrerão alterações linhas das viações Cidade Dutra, Tupi, Campo Belo e Paratodos.   Para não ser pego de surpresa, usuário deve ligar para o telefone 156 e informar-se junto ao serviço centralizado da Prefeitura sobre os itinerários que foram modificados nesta manhã.  Texto alterado às 8h03 para acréscimo de informações.

Tudo o que sabemos sobre:
vôo 3054

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.