Interdição de trecho suspende pedágio na Raposo Tavares

Pista foi bloqueada na altura do km 603 devido ao afundamento provocado pelas chuvas no último dia 18

Solange Spigliatti, Central de Notícias

23 de outubro de 2009 | 15h38

A cobrança nas praças de pedágio da Rodovia Raposo Tavares, nas regiões de Presidente Bernardes e de Caiuá, no interior de São Paulo, foi suspensa na tarde de quinta-feira, 22, segundo informações da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

 

O motivo para a suspensão da cobrança, de acordo com a Artesp, é a interdição da pista na altura do km 603 da rodovia, que está em obras. O pedágio voltará a ser cobrado após o término das obras de recuperação do pavimento, segundo a Artesp.

 

O trecho da estrada foi totalmente interditado no dia 18 por conta do afundamento da pista, causado pelas fortes chuvas que atingiram a região. Os motoristas devem utilizar o desvio montado pela PRE, saindo da Raposo Tavares na altura do km 564, seguir para a Rodovia Assis Chateaubriand, no sentido Pirapozinho, acessar a SP-272, a SP-563 e retornar para a Raposo Tavares.

Tudo o que sabemos sobre:
Raposo TavaresArtespestradaspedágio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.