Intelectuais fazem nota de repúdio

Professores universitários e pesquisadores divulgaram um manifesto de repúdio à onda de violência em São Paulo e "ao modelo repressivo de Estado". Eles destacam que São Paulo triplicou as vagas nos presídios e deixou de investir em educação e saúde. Na lista de intelectuais estão Frei Betto (escritor), Paulo Eduardo Arantes (USP), Ruy Braga (Sociologia/USP) e Sérgio Salomão Shecaria ( Direito/ USP).

O Estado de S.Paulo

15 Novembro 2012 | 02h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.