Integração na Estação Pinheiros começa a funcionar nesta sexta-feira

Transferência gratuita entre trem e metrô foi adiada por causa da greve da CPTM

Marília Lopes, Estadão.com.br

03 de junho de 2011 | 08h21

SÃO PAULO - Com o fim da greve dos funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), começou nesta sexta-feira, 3, a transferência gratuita entre a estação Pinheiros da Linha 9-Esmeralda (Osasco - Grajaú) da CPTM e a estação Pinheiros da Linha 4-Amarela de metrô. A integração tinha início previsto para a quinta-feira, mas por causa da greve foi adiada.

O secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, foi até a estação Pinheiros para fiscalizar se a integração é feita com tranquilidade. A integração entre as duas estações beneficiará cerca de 100 mil pessoas que utilizam o sistema. A transferência gratuita entre as duas estações Pinheiros é feita por meio de uma passarela com extensão de 56 metro, que passa sobre a Avenida Nações Unidas (Marginal Pinheiros).

A estação Pinheiros do Metrô ainda funciona em horário reduzido, das 4h40 às 15h, de segunda a sexta-feira. A previsão é que a partir de 30 de junho a Linha 4-Amarela passe a funcionar das 4h40 à meia-noite, de segunda a sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.