Instalação malfeita

TELEFÔNICA/VIVO - SERVIÇO PRECÁRIO

O Estado de S.Paulo

24 Janeiro 2013 | 02h02

No dia 26/12 um técnico da empresa Dominion a serviço da Telefônica/Vivo veio instalar um modem de internet em minha residência. Chegou às 17h40 e saiu às 21h25, mas não deixou o equipamento funcionando adequadamente. Disse que retornaria no dia seguinte com seu supervisor para concluir a instalação, mas não apareceu. Ao ligar para a empresa, a atendente disse que não abriria solicitação de visita, pois constava no sistema que o aparelho estava funcionando. Após minha insistência, ela disse que só enviaria um técnico ao local mediante o pagamento da taxa de visita, de R$ 80. Isso é um absurdo, pois a responsabilidade de instalação e funcionamento adequado do aparelho é da Vivo e, portanto, é dever dela enviar um técnico para verificar o problema. Não consegui conversar com um responsável da empresa, pois todo e qualquer atendimento é restrito a atendentes, que cortam a ligação e deixam o cliente com cara de palhaço.

ANTONIO FERNANDO GUIMARÃES / SÃO PAULO

A equipe da Telefônica|Vivo informa que o cliente optou por contratar um técnico particular para a configuração do seu roteador. A empresa esclarece que irá apurar na área de Atendimento as informações dadas incorretamente ao sr. Guimarães, a fim de evitar que situações semelhantes se repitam.

O leitor esclarece: Na verdade, não optei pela contratação de um técnico particular, fui obrigado a chamar e a pagar para um profissional resolver o problema, pois precisava da conexão com a internet e uma atendente da Telefônica-Vivo se negou a enviar um.

RENOVAÇÃO DE CNH

Falta de informação

Em 10/1 fui ao Poupatempo Itaquera para renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Preparei todos os documentos, conforme orientação do Detran, e paguei as taxas de renovação e o exame médico com antecedência. Porém, no Detran fui informado de que não deveria ter pago a taxa, pois era necessário ter o nome do médico. Fiquei indignado, pois como o sistema do banco (Santander) e da Secretaria da Fazenda aceitaram o recolhimento? Não há no site nenhuma indicação de que não devo recolher o tributo antes. Como o Poupatempo e a secretaria, sendo órgãos do mesmo Estado, podem ser tão desorganizados?

FERNANDO LUIZ M. DE SOUZA

/ SÃO PAULO

O Detran-SP diz que orienta em seus canais de informação que o pagamento do exame médico deve ser feito diretamente aos profissionais, seja nos postos do Poupatempo ou nas unidades do Detran-SP.

O leitor reclama: Nos sites do Detran e do Poupatempo constam duas opções para o exame médico: (1) fazer o exame no Poupatempo ou (2) fazer o exame fora. Questiono: por que um sistema, dito integrado, aceita o recolhimento de um tributo que deve ser pago diretamente ao médico? São dois trabalhos: pagar e pedir o estorno - tudo por causa de um serviço desorganizado.

NET - PERDA DE TEMPO

Duas horas no telefone

Liguei na NET para solicitar uma transferência de endereço, mas não consigo ser atendido. Os atendentes ficam me passando para outros funcionários, e todos pedem a confirmação dos mesmos dados que os anteriores já solicitaram. Preciso só que mudem o endereço!

JOSÉ EDUARDO G. DE ARRUDA

/ SÃO PAULO

A NET informa que a mudança de endereço foi realizada.

O leitor comenta: É inaceitável ficar duas horas no telefone para conseguir ser atendido.

SANTO ANDRÉ

Esgoto a céu aberto

Há algumas semanas a Comgás fez um serviço de perfuração nas ruas do bairro onde moro. O esgoto de casa começou a vazar e chamei um pedreiro, que diagnosticou um problema na rede de esgoto da avenida. Entrei em contato com o Semasa, responsável da área em Santo André, que analisou o problema, demarcou o local e ficou de retornar. Recebi um prazo de 10 dias, mas ele venceu e o esgoto corre a céu aberto!

MARINA QUEIROZ BARROS

/ SANTO ANDRÉ

O Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) informa que o reparo na ligação de esgoto foi feito em 11/1.

A leitora informa: Desentupiram a rede, mas o local do asfalto perfurado não foi fechado corretamente. Jogaram apenas terra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.