Inquérito do acidente na linha 4 do metrô deve sair em agosto

As investigações teriam atrasado pelo local do acidente ainda apresentar riscos para o trabalho dos peritos

Anna Warth, da Agência Estado,

10 de janeiro de 2008 | 17h21

As investigações sobre as causas e possíveis responsáveis pelo acidente nas obras da linha 4 do metrô de São Paulo ainda não foram concluídas pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP). A previsão é que o laudo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) seja concluído no final de abril. Já o laudo do Instituto de Criminalística (IC) deve ficar pronto em agosto. Apenas com as investigações terminadas e com os laudos prontos será possível para o Ministério Público apresentar denúncias contra os eventuais responsáveis.   Nesta tarde, o promotor de justiça Arnaldo Hossepian, responsável pela investigação criminal do acidente, admitiu em entrevista coletiva na sede do Ministério Público de São Paulo que o acidente tem múltiplas causas e ainda não é possível apontar os responsáveis. De acordo com Hossepian, a estimativa para o término das investigações no local está prevista para o dia 19 de março. O promotor acha difícil que o Ministério Público não apresente denúncia contra os possíveis responsáveis por imprudência, negligência ou imperícia.   Por causa das dificuldades do caso e pelo local do acidente ainda apresentar riscos para o trabalho dos peritos, o cronograma de investigações do Ministério Público sofreu atraso. Inicialmente, pretendia-se concluir as investigações em outubro do ano passado.

Tudo o que sabemos sobre:
acidente no metrôlinha 4

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.