Influência da moda no cinema é tema de ciclo de filmes no CCBB

Mostra, que inclui diretores variados, como Woody Allen e Rossellini, também tem desfile, [br]palestras e debates

Maiara Camargo, O Estado de S.Paulo

18 Janeiro 2011 | 00h00

Audrey Hepburn continuaria tão elegante em Bonequinha de Luxo sem as roupas de Givenchy? James Dean seria o mesmo rebelde sem sua jaqueta de couro e o cabelo para trás em Juventude Transviada? E Barbarella, a aventureira espacial de Jane Fonda no filme de mesmo nome, teria tanto poder sem os trajes sensuais de Paco Rabanne? A relação entre cinema e moda é o tema de mostra gratuita de filmes, além de um desfile, duas mesas-redondas e duas palestras que começam hoje no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).

A 3.ª Mostra Cinema de Moda exibe 30 produções que influenciaram o mundo fashion, feitas entre 1930 e 2009.

A seleção - que tem títulos variados, incluindo Roma, Cidade Aberta (1945), de Roberto Rossellini, Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977), de Woody Allen, e Moulin Rouge, Amor Em Vermelho (2001), de Baz Luhrmann - foi composta a partir de indicações de nomes ligados à moda, como os estilistas Dudu Bertholini e Reinaldo Lourenço, e às artes, caso de Charles Cosac, dono da editora Cosac Naify.

Diretor do CCBB, Marcelo Mendonça, comemora a realização do evento. "A moda é expressão de comportamento. E a mostra começa dias antes da São Paulo Fashion Week, quando as pessoas já estão de olho nesse tema", diz ele, que destaca a exibição de obras raras. "Há filmes que não são facilmente encontrados. Caso do português Aldeia da Roupa Branca (1939), de Chianca de Garcia, e do francês A Elegante Polly Maggoo (1966), de William Klein."

SERVIÇO

MOSTRA CINEMA DE MODA CCBB: RUA ÁLVARES PENTEADO, 112; TEL. 3113-3651/3652. ATÉ DIA 30. GRÁTIS. WWW.BB.COM.BR/CULTURA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.