Indultado rouba carro e ataca casa de testemunha

Preso queria se vingar de uma testemunha do processo por porte ilegal de arma no interior de SP

Cláudio Dias, de O Estado de S. Paulo,

09 de outubro de 2008 | 12h01

Beneficiado com a saída temporária, popularmente chamada de indulto, no Dia das Crianças, Maycon Antônio da Silva Souza, de 31 anos, ficou apenas um dia em liberdade antes de roubar um carro e atacar a casa de um homem que testemunhou contra ele no processo criminal por porte ilegal de arma. No "tour" regional de quarta-feira, 8, ele saiu da Penitenciária I de Itirapina, roubou um carro em Rio Claro para bater contra a casa da testemunha em São Carlos.   Simulando ser cliente, ele foi a uma garagem de veículos em Rio Claro e pediu para testar um Gol, ano 2000. Logo depois, fugiu. Ele dirigiu até São Carlos e esperou anoitecer para jogar o carro contra o portão da residência da testemunha. O morador R.A.S., de 34 anos, escutou o barulho, saiu e iniciou a briga. A polícia foi chamada e prendeu o detento pelo roubo. Souza perdeu o benefício do semi-aberto e voltou à prisão.

Tudo o que sabemos sobre:
indultocrimevingança

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.