Indiciado por estupro é solto pela lei eleitoral

Um morador de rua de 37 anos foi indiciado por violentar, em 10 de agosto, uma menina de 5 anos em uma escola municipal no Jardim Popular, na zona leste da capital. Reconhecido pela criança, ele não foi detido pois se beneficiou da lei que impede prisão que não seja em flagrante 5 dias antes de dia de eleição. A polícia localizou o acusado no dia 4. Segundo o delegado Marcel Druziani, do 24.º DP (Ponte Rasa), a criança não teve dúvida durante a sessão de reconhecimento.

O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2012 | 03h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.