Indiciado no Rio médico que faltou ao plantão

O neurocirurgião Adão Crespo Gonçalves foi indiciado ontem por omissão de socorro. Ele faltou ao plantão no Hospital Municipal Salgado Filho, na zona norte do Rio, na madrugada de 25 de dezembro, quando Adrielly dos Santos Vieira, de 10 anos, ferida por bala perdida, teve de esperar 8h para ser operada. Ela morreu no dia 4. A pena chega a 6 meses de prisão e pode ser triplicada se há morte. O chefe do médico confirmou ter sido avisado de que ele não iria, mas teria alertado Gonçalves de que não havia substituto.

O Estado de S.Paulo

09 Janeiro 2013 | 02h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.