Índice geral de vítimas apresentou uma leve queda

No geral, o balanço de mortes no trânsito da capital paulista ficou praticamente estável no ano passado. Houve redução de apenas 1,8% em relação ao mesmo período anterior - caiu de 1.382 para 1.357. A taxa é menor do que a registrada nos outros anos, quando a redução ficou em média na casa de 6%.

Renato Machado, O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2011 | 00h00

O resultado poderia ser muito melhor, porque apenas as mortes de motociclistas aumentaram. A quantidade de vítimas que são motoristas ou passageiros caiu 9,9% - de 222 para 200. Houve também redução de ciclistas (19,7%) e pedestres (6,1%). Para efeitos de comparação, a década de 1980 terminou com 2.652 mortos no trânsito e a de 1990, com 1.683.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.