Índice de lentidão, ainda acima da média, começa a cair em SP

Cidade registrou 4 pontos de alagamento, todos transitáveis; congestionamento era de 98 km por volta das 20h

Elvis Pereira, estadao.com.br

02 Dezembro 2008 | 18h06

O congestionamento começou a cair no meio da noite desta terça-feira, 2, e por volta das 20h10 a cidade tinha 98 km de lentidão. O índice continuava 6,1% acima da média para o horário, de 8,5%. Nesta noite, além do excesso de veículos, prejudicaram o tráfego uma interdição no Complexo Maria Maluf, os cinco pontos de alagamento registrados pelo Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) e os noves cruzamentos cujos semáforos apagaram, entre eles os de avenidas como a Santa Amaro e Angélica.   Veja também: Como o trânsito parou SP e números da frota Dossiê Estado: os números do trânsito em SP   Acompanhe a situação do trânsito rua-a-rua        A Marginal do Tietê apresentava a pior fila de engarrafamento: 7,7 km na pista expressa, da Ponte Freguesia do Ó até a Rua Azurita, no sentido Ayrton Senna. Na direção oposta, havia mais 6,2 km de lentidão na pista expressa, entre as pontes Jânio Quadros e Casa Verde.   Na Marginal do Pinheiros o engarrafamento atingia 5,5 km da via expressa, entre as pontes do Jaguaré e Ary Torres, no sentido Interlagos. Já a Avenida dos Bandeirantes tinha congestionamento por 4,9 km, entre a marginal e a Rua João Carlos Mallet, no sentido Imigrantes.   O Aeroporto de Congonhas, que suspendeu aos pousos e decolagens entre 16h10 e 16h22, funciona com o auxílio de instrumentos. Até as 17 horas, 14 dos 168 vôos programados decolaram com atrasos superiores a 30 minutos e 8 foram cancelados, conforme a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Os trens do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) circulam normalmente. Segundo o CGE, a chegada de uma frente fria pode provocar novas pancadas de chuva à noite.

Mais conteúdo sobre:
chuvastrânsito em SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.