Marcio Fernandes/AE
Marcio Fernandes/AE

Indenização por arma entregue em SP será paga em 24 horas

Campanha Nacional do Desarmamento foi lançada oficialmente na cidade nesta segunda, 23

Marcela Gonsalves, Estadão.com.br

23 Maio 2011 | 16h55

SÃO PAULO - A Campanha Nacional do Desarmamento foi lançada oficialmente em São Paulo nesta segunda-feira, 23. No evento, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, assinou acordo de cooperação com a Prefeitura para a realização da Campanha.

 

Neste ano, diferente das campanhas anteriores, será garantido o anonimato para quem entregar a arma, a inutilização do material será feita no ato da entrega e a indenização para quem colaborar poderá ser sacada 24 horas após a entrega. O dinheiro - que varia entre R$ 100 e R$ 300, dependendo da arma - ficará disponível por 30 dias.

 

O prefeito Gilberto Kassab afirmou que haverá 34 postos de entrega de armas pela cidade, que serão coordenados pela Guarda Civil Metropolitana. O objetivo é sensibilizar a população e recolher o maior número possível de armas de fogo.

 

Para marcar o início da campanha, foram destruídas cerca de 4 mil armas arrecadadas em outras edições da iniciativa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.