JB Neto/AE
JB Neto/AE

Incêndio na Favela do Moinho deixa um ferido grave no Centro de SP

Prédio fica entre duas linhas da CPTM, o que dificultou a chegada dos bombeiros

Bruno Lupion e Ricardo Valota, do estadão.com.br,

31 Agosto 2010 | 07h33

SÃO PAULO - Um morador de 57 anos da Favela do Moinho, região central de São Paulo, teve 80% do corpo queimado durante um incêndio na madrugada desta terça-feira, 31. Ele ocupava um cômodo de um prédio abandonado dentro da favela, no Bom Retiro, e foi encaminhado ao Hospital Tatuapé.

 

O fogo começou no quarto andar das escadarias do edifício e se alastrou para o piso superior. Onze equipes do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local por volta das 2h15 e resgataram o homem, que já havia inalado grande volume de fumaça.

 

O prédio fica entre duas linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), o que dificultou a chegada dos bombeiros. Os caminhões-pipa tiveram que usar a entrada de um canteiro de obras na Rua Silva Pinto.

 

O motivo do incêndio ainda será investigado, mas as chamas podem ter sido causadas por uma fogueira ou curto-circuito nas ligações clandestinas que levam luz aos cômodos. A vítima continuava internada na ala de queimados do hospital até a manhã desta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.